Brasil entra na Era dos Drones (Por Ivo Dantas)

Divulgação

Febre em boa parte do mundo, os drones terão seu uso comercial regulamentados em território nacional pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). Anteriormente, somente era autorizado o uso para fins recreativos e competições. Divididos em três categorias, os aparelhos que pesem até 25 kg precisarão de um cadastro no site do órgão e somente poderão ser operados por pessoas maiores de 18 anos. Caso o drone tenha a capacidade de ultrapassar os 120 metros de altitude, uma documentação específica precisa ser entregue junto à Anac.

Mas o que isso significa?
A partir de agora, empresas poderão utilizar os aparelhos para realizar vigilância e entregas. Nos Estados Unidos, a Amazon possui um projeto de entregas de encomendas através do uso dos aparelhos.  Além disso, o crescimento da procura pode ajudar na queda dos preços, estimulando empresas a investirem na tecnologia e até aumentando o interesse para pessoas que utilizam os drones apenas para fins recreativos, como fotografias e filmagens.

Afinal, o que é drone?
Vamos entender por que esses aparelhos têm ganho tanto espaço. Um drone é um veículo aéreo não tripulado, normalmente comandado através de um controle remoto via rádio. As primeiras notícias que chamaram atenção sobre o uso dos drones estavam nos cadernos internacionais dos jornais. Governos utilizam esses aparelhos para vigilância de fronteiras e ataques aéreos.
Hoje, apesar de terem tido seu uso militar cada vez mais recorrente, os drones ganharam destaque como uma forma inovadora de registrar momentos. Fazer um vídeo ou tirar fotos aéreas ficou muito mais fácil, ainda mais com a evolução tecnológica que reduziu o peso e aumentou a confiança nos drones.
Provavelmente, você ainda terá uma encomenda recebida pelo ar ou a foto daquela festa tirada do céu. Se prepare para a Era dos Drones.

Compartilhe

Mais em Ivo Dantas

0 Comentários

Deixe o seu comentário!