Ivo Dantas

istock

A internet, avalanche informacional e filtros

Passamos grande parte do nosso dia conectados. Hoje em dia, é possível afirmar que grande parte do conteúdo a que temos acesso é filtrado de alguma forma, seja pelo Google, Facebook ou outra rede social. Dados divulgados pela Cisco (uma das maiores empresas de gestão de redes do mundo) dão conta de que estamos diante de um número de informações disponíveis na internet suficiente para atingir um novo marco, o zettabyte, nova unidade de medida para quantificação de dados digitais. A quantidade de informação gerada na rede a cada segundo supera o limite do que uma pessoa é capaz de ler em toda uma vida. Para muitos autores, vivemos uma era do excesso de informações. Não há dúvidas sobre o papel da internet neste cenário. Através da World Wide Web, é possível acessar conteúdos a qualquer hora, de qualquer lugar, além de gerar conteúdo de forma a obter alcance mundial.…

Compartilhe

Divulgação

Sofá ou cinema? (Por Ivo Dantas)

Nos últimos anos um debate vem crescendo dentro da indústria cinematográfica. Modelos como o do Netflix irão acabar com o cinema? De antemão, minha resposta é direta: não! A verdade é que a revolução dos serviços de streaming vem na esteira de uma demanda latente que foi, durante muito tempo, ignorada pelas grandes produtoras. O consumo de produtos piratas remetia a mais de uma conclusão. Para além da questão meramente financeira, de serem mais baratos, muitas das pessoas que consumiam as mídias ilegais o faziam para não ter que ir até o cinema ver um filme. O consumidor passou a ser mais exigente. Quer o seu desejo atendido do modo que ele entende que é o melhor para si. Baixar filmes tem muito disso. Pegar uma pipoca, ligar o computador, cruzar as pernas no sofá e.... pronto. O Netflix viu esse mercado. O que é o Netflix se não a…

Compartilhe

Divulgação

Brasil entra na Era dos Drones (Por Ivo Dantas)

Febre em boa parte do mundo, os drones terão seu uso comercial regulamentados em território nacional pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). Anteriormente, somente era autorizado o uso para fins recreativos e competições. Divididos em três categorias, os aparelhos que pesem até 25 kg precisarão de um cadastro no site do órgão e somente poderão ser operados por pessoas maiores de 18 anos. Caso o drone tenha a capacidade de ultrapassar os 120 metros de altitude, uma documentação específica precisa ser entregue junto à Anac. Mas o que isso significa? A partir de agora, empresas poderão utilizar os aparelhos para realizar vigilância e entregas. Nos Estados Unidos, a Amazon possui um projeto de entregas de encomendas através do uso dos aparelhos.  Além disso, o crescimento da procura pode ajudar na queda dos preços, estimulando empresas a investirem na tecnologia e até aumentando o interesse para pessoas que utilizam os drones…

Compartilhe

Divulgação

O fim da era dos consoles?

Essa é minha história, mas tenho certeza de que representa muitos gamers. Gostaria de dizer que meu primeiro console de games foi um Atari, mas não peguei o clássico. Por outro lado, vivi a era de ouro dos consoles que moldaram minha geração, como Master System, Super Nintendo e Nintendo 64. Sinto forte o sabor da nostalgia ao me lembrar dos cartuchos dessa geração. Tenho certeza de que quem não pegou essa era sente o mesmo que sinto em relação ao Atari. Sempre vivi uma relação de amor com os consoles de jogos, mas nem sempre me dei bem. Fui um dos que experimentaram comprar um Dreamcast e ter o gosto amargo de ver seu investimento dar errado com a descontinuidade do sistema. Passei anos apostando em computadores como consequência da decepção até que consegui comprar um PS2. Fã de futebol que sempre fui, jogar Winning Eleven era regra há…

Compartilhe

Divulgação

CCXP: Pernambuco é Geek – Por Ivo Dantas

Começa nesta quinta-feira (13) a primeira edição da Comic Con Experience (CCXP) no Recife. Conhecida internacionalmente por sua edição anual, em San Diego, nos Estados Unidos, a Comic Con desembarcou com sua versão mais enxuta em São Paulo, em 2014, atraindo milhares de fãs e provando que o Brasil tem um grande mercado de consumidores geek. Pernambuco recebe o evento tentando utilizar o know-how adquirido após sediar algumas edições da Campus Party Recife, evento que também era restrito ao território paulista até alguns anos. Mesmo em meio ao momento pessimista que o Brasil vive, conseguir ser sede de um evento com o porte da CXXP mostra que Recife entrou definitivamente no roteiro geek mundial. Geograficamente, faz todo sentido trazer para a capital pernambucana, atraindo fãs de Estados mais distantes de São Paulo, garantindo um novo público e preservando parte da exclusividade das edições paulista e recifense. Com a programação espalhada pelas…

Compartilhe

Divulgação

Ser Geek é indicar tecnologia para amigos e família (Parte 3)

Chegamos ao terceiro e último post com dicas de tecnologia.  Espero que você tenha gostado das sugestões anteriores, de computadores e tablets. Hoje, falaremos um pouco sobre smartphones. Não há dúvidas de que, assim como no mundo dos tablets, a Apple foi a grande responsável por revolucionar o mercado de celulares. O iPhone trouxe uma nova forma de interatividade, voltada para a tela sensível ao toque. Hoje, é praticamente impossível imaginar um celular sem esse recurso. Não à toa, a Samsung ganhou destaque recentemente ao anunciar o Galaxy S8, novo top de linha da marca. O novo aparelho aposta em uma tela infinity, com bordas praticamente inexistentes. É bem verdade que a tendência não é exclusividade da marca sul-coreana. Ao longo dos próximos anos, as telas devem ocupar cada vez mais espaço, chegando, inclusive, a ocupar as traseiras de alguns celulares. Mas por que o destaque para o Galaxy S8?…

Compartilhe

Divulgação

Ser Geek é indicar tecnologia para amigos e família (Parte 2)

Espero que você tenha aproveitado a lista anterior para dar dicas para algum amigo ou parente (ou, quem sabe, para você mesmo). Hoje, continuaremos nossa conversa falando sobre tablets. Desde o lançamento do primeiro iPad em 2010, o mercado evoluiu muito. Seja nos aplicativos, capacidade de processamento, leveza ou qualidade da tela, os tablets encontraram seu lugar nas bolsas de muitos de nós. É bem verdade que o segmento tem passado por dificuldades com o crescimento dos smartphones, mas acredito que os tablets apenas atingiram uma fase madura em que as pessoas passaram a entender o seu uso (e que não iriam substituir os notebooks – pelo menos não para todo mundo). Abaixo, duas ótimas opções. Não acredito que existam opções erradas (neste caso), mas alguns fatores podem ajudar na escolha do mais adequado para você. Talvez o mais importante deles seja o sistema operacional. Vivemos em um ecossistema dividido entre…

Compartilhe

Pixabay

Ser geek é indicar tecnologia para amigos e família

Qual o Geek que nunca deu conselhos sobre compras tecnológicas para parentes e amigos? Na hora de trocar de celular, câmera, computador, você sempre é o escolhido. Eu, particularmente, adoro passar dicas. A gente não consegue comprar tudo, não é mesmo? Indicar um produto é uma boa ação e uma forma legal de recebermos novas informações sobre as tecnologias através dos depoimentos dos novos usuários. Mas o que indicar? A primeira dica é: “Não é para você”. Como apaixonados por tecnologia que somos, nossa tendência é pensar logo nas melhores configurações de computadores, no celular mais poderoso, na câmera com maiores opções e oferta de lentes. Mas, lembre-se, as necessidades do seu amigo ou parente podem não ser iguais às suas. Muitas vezes, um notebook mais leve é uma opção melhor do que ter placa de vídeo dedicada, monitor em 4K. Um celular com uma boa câmera frontal, ou melhor…

Compartilhe

Divulgação

O clichê do primeiro post

Chega a ser clichê o que se espera da primeira edição de uma coluna. O autor fala um pouco sobre ele, explica o motivo que o fez assinar este espaço, os assuntos que farão parte da rotina de tópicos discutidos ao longo da vida da coluna. Normalmente, fica para o final uma pequena amostra do que o leitor pode esperar. Consciente de que falar de um clichê é tão ordinário quanto o próprio, iniciemos pelo final. Todo Geek que se preze já leu alguma obra de Douglas Adams. Provavelmente, você já teve acesso a alguma edição da sua famosa série O Guia do Mochileiro das Galáxias. Se não, corra logo no seu Kindle ou em sua livraria favorita, sob a pena de perder a carteirinha de Geek por falsidade ideológica. Não à toa toda uma campanha criada há alguns anos definiu o Dia Nerd como o Dia da Toalha (se…

Compartilhe

contato

Os campos acima em destaque são necessários