Bruno Queiroz

As quatro mudanças de atitude para uma empresa não desaparecer na disrupção digital

Circulou recentemente uma mensagem pelas redes sociais que dizia o seguinte: “O Mp3 faliu as gravadoras; o Netflix faliu as locadoras; o Booking complicou as agências de turismo; o Google faliu as páginas amarelas e as enciclopédias; o Airbnb está complicando os hotéis; o Whatsapp está complicando as operadoras de telefonia; as mídias sociais estão complicando os veículos de comunicação; o Uber está complicando os taxistas; a OLX acabou com os classificados de jornal; o celular acabou com as revelações fotográficas. O mundo evoluiu e com ele também a maneira de se viver e ganhar dinheiro. Quanto mais atrasada a nossa visão mais caro pagaremos por isso”. Mais direta impossível a constatação do impacto da disrupção digital nas empresas e nas nossas vidas, causado pelo rápido avanço da tecnologia e pela popularização da internet. Então, como reagir diante dessa mudança de era que vem afetando as empresas como conhecemos hoje?…

Compartilhe

Divulgação

UniFG realiza, nesta sexta, seminário sobre feminismo, gênero e violência

Nesta sexta-feira (12), a UniFG – integrante da rede internacional de universidades Laureate - realiza o primeiro Seminário de Atualidades sobre Feminismo, Gênero, Violência e Acesso à Justiça para as Mulheres. Aberto ao público e gratuito, o evento acontece no campus Piedade e vai oferecer debates e palestras sobre as principais pautas do Movimento Feminista em Pernambuco. Entre os assuntos estão os entraves que persistem na cultura da violência contra a mulher – inclusive no contexto da justiça, o acesso a ela, o enfrentamento e o reconhecimento dos direitos das mulheres. A iniciativa tem apoio do Núcleo de Gênero Maria da Penha da UniFG, em parceria com o Governo do Estado, através da Secretaria de Políticas para Mulheres. A palestra de abertura será proferida pela secretária da Mulher de Pernambuco, Sílvia Cordeiro. Uma mesa de diálogo será formada por representantes de coletivos feministas do estado para debater os temas. São…

Compartilhe

Empregos: a disrupção digital vai fechar muitos e criar poucos. De que lado você estará?

As grandes mudanças no ambiente de negócios causadas pelo rápido avanço da tecnologia e pela popularização da internet, chamada de disrupção digital, vai impactar não somente as empresas, mas principalmente os empregos como conhecemos hoje. Muitos deles tendem a desaparecer e outros vão surgir. De que lado você estará? Desde a revolução industrial no final do século 19 que as máquinas fecharam muitos postos de trabalho, sobretudo aqueles de repetição. Essa tendência ainda é crescente com o avanço dos softwares embarcados em robôs capazes de realizar tarefas altamente especializadas em fábricas e armazéns. Inclusive, Bill Gates, fundador da Microsoft (vejam só), está propondo cobrar imposto de renda desse tipo de máquina inteligente. Ele defende que, se a inteligência artificial vai roubar um emprego, ela também deveria pagar impostos. Uma questão polêmica, pois o ganho de produtividade obtido pelo uso das máquinas pode não valer a pena quando comparado ao custo…

Compartilhe

Piera Lobo

A disrupção digital pode fechar 40% das empresas. A sua será uma delas?

A disrupção digital vem sendo muito comentada nos últimos tempos. Mas o que realmente significa e por que devemos observar com atenção esse debate que ganha cada vez mais força? Disrupção é o fenômeno que ocorre quando inovações transformam de modo contundente um determinado mercado ou até mesmo criam um novo mercado. Normalmente, tais inovações melhoraram a qualidade do produto ou serviço, permitem preços mais competitivos e aumentam a abrangência de atuação. A disrupção não é novidade. Sempre ocorreu ao longo da história. Inovações como a imprensa, motor a vapor, energia elétrica, penicilina, computador, entre outras, transformaram ou criaram novos mercados em suas épocas. A grande diferença para os tempos atuais está baseada em dois aspectos que não existiam no passado: o avanço muito rápido da tecnologia e a popularização da internet, que permitem um grande alcance de público a um baixo custo. E por que devemos prestar muita atenção…

Compartilhe

contato

Os campos acima em destaque são necessários