Algomais Saúde

Pixabay

Aposente o saleiro

Usado como tempero, o sal é de extrema importância para o bom funcionamento do corpo. Mas ingerido em excesso, pode causar prejuízos ao organismo. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), a grande quantidade do produto presentes nos alimentos, sobretudo os industrializados, é a principal causa de quase dois milhões de mortes provocadas por doenças cardíacas. O surgimento do sal é datado na história há mais de 5 mil anos, quando era utilizado por civilizações como o Egito e China com a função de evitar a deterioração da comida. Isto porque, ele absorve a água dos alimentos e evita a proliferação de bactérias. Na sua composição estão os minerais cloro e sódio, sendo este último presente em maior quantidade. O sódio, na verdade, é essencial para funções vitais do ser humano, já que contribui para o equilíbrio homeostático corporal – condição estável que o organismo precisa para realizar suas funções.…

Compartilhe

Visual Hunt

Casos de sífilis aumentam em Pernambuco

Durante todo o ano de 2016, Pernambuco registrou 2.565 casos de sífilis adquirida, transmitida, principalmente, por via sexual. O quantitativo é 400% maior do que os registros de 2014, com 499 ocorrências. A Secretaria Estadual de Saúde (SES) tem reforçado com os municípios a importância da testagem rápida para a doença, objetivando encontrar os casos positivos e, com isso, ofertar o tratamento e diminuir a cadeia de transmissão. “Apesar de ser uma doença de fácil diagnóstico e ter tratamento, temos notado um aumento do número de casos no Estado. Por isso a necessidade de informar a população sobre o assunto e incentivar o uso de camisinha, maneira mais eficaz de evitar essa e outras infecções sexualmente transmissíveis”, afirma o coordenador do Programa Estadual de Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST/Aids), François Figueiroa. Para ele, o aumento dos números pode refletir a melhora na vigilância dos casos e a ampliação da oferta dos…

Compartilhe

Pixabay

Tratamento de pré-hipertensão reduz pressão alta

Uma pesquisa científica de âmbito nacional coordenada por pesquisadores do Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA) mostrou que o tratamento contra a pressão alta é mais eficaz quando iniciado na fase de pré-hipertensão. O estudo, batizado de Prever Prevenção pelos pesquisadores, contou com a participação de 31 cientistas de 11 estados brasileiros e dos Estados Unidos. A primeira parte da pesquisa foi realizada com pacientes que registraram pressão arterial entre 120/80 milímentro Hg (mmHg) e 139/89 mmHg, ou seja, na fase de pré-hipertensão. Em um primeiro momento, eles receberam orientações e suporte para modificar a alimentação e praticar exercícios físicos com regularidade. “Se a pessoa não reduzisse a pressão em três meses, tendo esse apoio, tendo esse material ilustrativo, ela era então convidada para participar do estudo propriamente dito”, explicou uma das coordenadoras da pesquisa, Sandra Fuchs, professora de Medicina da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)…

Compartilhe

Divulgação

Encontro de angiologia em Pernambuco

Recentemente, o Brasil perdeu Belchior, um dos maiores cantores da música popular brasileira, em decorrência de um aneurisma da aorta abdominal. Doenças vasculares como esta representam, aproximadamente, um terço das causas de mortalidade no país, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS). Diante desses dados, torna-se indispensável a constante atualização dos profissionais de saúde sobre as tendências de tratamento, além dos estudos de caso e trocas de experiências e conhecimento. Por isso, a Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular de Pernambuco (SBACV-PE) realiza, entre os dias 25 e 27 de maio, o 22º Encontro Pernambucano de Angiologia, Cirurgia Vascular e Endovascular, no Mar Hotel Conventions, em Boa Viagem. O evento, que acontece anualmente, é o maior do Estado e o segundo mais antigo da SBACV nacional. Destinado a angiologistas, cirurgiões vasculares e estudantes da área, o encontro vai reunir especialistas de todo o Brasil e do mundo. Entre os…

Compartilhe

Ana Nascimento/MDS/Portal Brasil

Alerta para Síndrome Alcoólica Fetal

O Brasil não tem estatísticas oficiais, nem programa de prevenção específico sobre a Síndrome Alcoólica Fetal (SAF), doença que atinge bebês de mulheres que ingeriram bebidas alcoólicas durante a gravidez. O alerta é da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), que está lançando este mês uma ferramenta para ampliar a conscientização das mães e profissionais da saúde sobre os danos da ingestão de álcool durante a gravidez para os bebês. Os pediatras destacam que a doença não tem cura e pode trazer danos irreversíveis para as crianças, como retardo mental e anomalias congênitas. A plataforma pode ser acessada no site da SBP), onde estão informações gerais sobre a doença e orientações de prevenção e tratamento para mulheres e pediatras. O objetivo, segundo entidade, é aumentar a repercussão da campanha nacional #GravidezSemAlcool e reduzir a ocorrência de novos casos da Síndrome. Segundo o Ministério da Saúde, a prevalência de Síndrome no Brasil…

Compartilhe

Pixabay

Cinco benefícios do saquê para a saúde

Quando se fala em saquê, imediatamente nos lembramos de um produto tradicional e, principalmente, consumido em restaurantes japoneses. Entretanto, essa bebida milenar tem mais aplicabilidades do que se imagina. O saquê é uma bebida única, com sabores e aromas individuais. A partir de ingredientes básicos como arroz e água, somados aos agentes de fermentação (levedura e o fungo koji-kin), torna-se incrivelmente puro, simples e ao mesmo tempo complexo. E baseado em dados científicos, a TRADBRAS, empresa focada na importação e exportação de produtos da cultura oriental, publicou em seu site sobre os benefícios do consumo de saquê com freqüência e moderação. Confira abaixo os cinco motivos para beber saquê: 1. Redução do risco de alguns tipos de câncer: A National Câncer Center, localizada no Japão, fez uma pesquisa com 265.000 homens japoneses e descobriram que os indivíduos que bebiam saquê todos os dias possuem menor risco de câncer do que…

Compartilhe

Negros e orientais têm mais chances de ter glaucoma

Neste mês, comemora-se o Dia Nacional do Glaucoma - doença degenerativa do nervo óptico, normalmente associada ao aumento da pressão intraocular. O Instituto de Olhos do Recife aproveita a data (26/05) para lembrar a importância do diagnóstico precoce da patologia, que é a segunda principal causa da cegueira no mundo, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS). O glaucoma acomete, hoje, mais de um milhão de brasileiros acima de 40 anos. Pesquisas indicam que pessoas negras têm três vezes mais probabilidade de desenvolver glaucoma de ângulo aberto do que indivíduos brancos. O de ângulo estreito atinge mais os orientais. “Por irem mais ao médico, as mulheres acabam sendo diagnosticadas mais precocemente. Muitos homens, por sua vez, só vão ao oftalmologista quando têm algum desconforto visual e descobrem a patologia quando já está em um estágio avançado, o que dificulta o tratamento”, comenta o doutor Roberto Galvão Filho, do IOR. A cada…

Compartilhe

Sabe o que é bruxismo?

A ansiedade é um distúrbio que afeta aproximadamente uma em cada seis pessoas nos dias de hoje, de acordo com o National Institute of Mental Health (Estados Unidos). Entre os problemas mais comuns está o bruxismo, que é o ranger e apertar dos dentes – principalmente durante o sono. De acordo com Astrid Arap, diretora do Departamento de Disfunção Temporomandibular e Dor Orofacial da Associação Paulista de Cirurgiões-Dentistas (APCD), além de tratar a ansiedade, é importante que a pessoa busque ajuda de um cirurgião-dentista para cuidar do bruxismo, porque, dependendo da frequência e da intensidade da dor, essa parafunção pode resultar em sérios problemas de mastigação, enxaqueca, insônia e até mesmo fratura dental. “Além da dor, existem outros sinais de bruxismo, como o tipo de desgaste do esmalte dental, excesso de sensibilidade nos dentes, estalos da articulação temporomandibular (ATM) etc. O cirurgião-dentista deverá avaliar, também, se o paciente tem hábito de…

Compartilhe

Célula de câncer vira arma contra a doença

Reprogramar células tumorais para fazê-las produzir uma substância capaz de estimular o sistema imune a combater o câncer. Essa é a estratégia de um novo tratamento contra leucemia que começou a ser testado em humanos no Canadá. A primeira fase de ensaios clínicos, cujo objetivo é atestar a segurança do método, está sendo conduzida no Princess Margaret Cancer Centre, em Toronto, sob a coordenação do imunologista Christopher Paige. O centro de pesquisa está vinculado à University Health Network. Resultados recentes foram apresentados durante o congresso Next Frontiers to Cure Cancer, organizado em São Paulo pelo A.C. Camargo Cancer Center. “Estamos testando essa abordagem no tratamento da leucemia mieloide aguda (LMA), um tipo de câncer que tem origem na medula óssea e acomete as células brancas do sangue. Caso funcione, o mesmo princípio poderia ser usado contra qualquer tipo de tumor com potencial para causar metástase”, disse Paige . A técnica…

Compartilhe

contato

Os campos acima em destaque são necessários