Algomais Saúde

Saiba como prevenir a hipertensão

No Dia Nacional de Prevenção e Combate à Hipertensão Arterial, médicos explicam a doença e como tratá-la A hipertensão arterial sistêmica é uma doença caracterizada por altos e constantes sustentados níveis de pressão arterial. Está diretamente ligada a alterações de outros órgãos, como coração, cérebro, rins e vasos sanguíneos, que causam aumento do risco de complicações cardiovasculares. Apesar de ser uma doença comum, possui baixas taxas de controle adequado na população brasileira e é considerada o principal fator de risco de doenças cardiovasculares, como infarto e acidente vascular cerebral (AVC). A chamada “pressão alta”, como é conhecida popularmente, está relacionada, dentre outros fatores, a idade, sexo, etnia e modo de vida. Condições que aumentam o risco de hipertensão arterial 1. Excesso de peso. 2. Obesidade. 3. Consumo excessivo de sal e álcool. 4. Tabagismo. 5. Sedentarismo. 6. Abuso de alimentos ricos em gorduras saturadas e açúcares. Essa condição pode ser um…

Compartilhe

Visual Hunt

#PacientesNoControle alerta para tratamento do câncer de mama metastático

Mulheres com câncer de mama metastático, a fase mais avançada da doença, quando tumores se manifestam em outros órgãos além da mama, não encontram no Sistema Único de Saúde todo o suporte necessário para lutar contra a doença. O acesso ao tratamento esbarra na ausência de medicamentos atualizados em relação aos avanços da medicina. Porém, essa situação pode finalmente mudar. A Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no SUS (CONITEC), órgão do Ministério da Saúde, abriu duas consultas públicas para ouvir a população a respeito da inclusão na rede pública de saúde de alternativas terapêuticas para pacientes com câncer de mama metastático do subtipo HER2+, uma variação agressiva do câncer de mama. Uma das consultas abertas refere-se à inclusão do medicamento trastuzumabe para essas pacientes e a outra à inclusão dos medicamentos trastuzumabe e pertuzumabe para uso combinado com a quimioterapia padrão já disponível no SUS. Enquanto o trastuzumabe consta…

Compartilhe

Drauzio Varella no Hospital Português

Dados do Instituto Nacional do Câncer (INCA) estimam que o Brasil terá 600 mil novos casos da doença no biênio 2016-2017. Ações de prevenção e controle dos fatores de risco do câncer são fundamentais para o enfrentamento da enfermidade. Com o compromisso firmado há cinco anos em colaborar na batalha contra o câncer, o Real Instituto de Oncologia traz ao Recife o renomado médico cancerologista, Drauzio Varella, para um bate-papo sobre o assunto na quinta-feira (27), às 15h, no Hospital Português. Com o tema Câncer: Prevenção e Qualidade de Vida, o evento é dirigido ao público em geral, com enfoque nos pacientes e equipe assistencial do complexo hospitalar. As inscrições já estão encerradas, mas haverá transmissão ao vivo (live) da palestra na página do facebook do RHP (facebook.com/realhospitalportugues). O Real Instituto de Oncologia realizou, nesses cinco anos, mais de 12 mil atendimentos. O Centro Integrado de Oncologia do Real Hospital…

Compartilhe

Marcelo Camargo/ Agência Brasil

Parto espontâneo é importante para saúde da mãe e do bebê

O Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) chama a atenção para a importância do trabalho de parto espontâneo para a saúde da mãe e do bebê. A campanha Quem Espera, Espera visa a sensibilizar mulheres e suas famílias sobre o direito das crianças de nascer na hora certa e alerta que bebês nascidos antes do trabalho de parto espontâneo estão mais sujeitos a problemas de saúde. De acordo com a análise divulgada pela organização, cada semana a mais de gestação aumenta as chances de o bebê nascer saudável, mesmo quando não há mais risco de prematuridade. As últimas semanas de gestação permitem mais ganho de peso e maturidade cerebral e pulmonar. O grande número de nascimentos entre a 37ª e a 38ª semanas de gestação está associado ao elevado número de cesarianas eletivas, sem fatores de risco que justifiquem a cirurgia, realizadas antes do trabalho de parto espontâneo.…

Compartilhe

Visual Hunt

Vacinação contra a influenza em Pernambuco

Até o dia 25 de março deste ano, a Secretaria Estadual de Saúde (SES) confirmou 280 casos com Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG). Desses, 29 positivaram para influenza A(H3N2) Sazonal, vírus que faz parte da composição da vacina contra a influenza, que começou a ser disponibilizada para os profissionais de saúde na última segunda-feira (17.04). Para os demais públicos prioritários, a vacinação começa no dia 24.04, seguindo até 26.05. O DIA D está marcado para 13.05. Ao todo, serão 2.329.874 de pessoas contempladas com a imunização em Pernambuco. Neste ano, a meta é vacinar, no mínimo, 90% da população total. Além do vírus da influenza A(H3N2), a vacinação protege conta ainfluenza A(H1N1), que não teve casos confirmados neste ano, e a influenza B. “A vacina contra a influenza tem validade de um ano. Por isso, é importante que todas as pessoas que fazem parte dos grupos prioritários, e se vacinaram…

Compartilhe

Recife é a terceira capital com mais habitantes acima do peso

Estudo divulgado pelo Ministério da Saúde revela que o excesso de peso no Brasil cresceu 26,3% nos últimos dez anos, passando de 42,6% em 2006 para 53,8% em 2016. De acordo com a pesquisa Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel), o problema é mais comum entre os homens: passou de 47,5% para 57,7% no período. Já entre as mulheres, o índice passou 38,5% para 50,5%. Segundo o estudo, Rio Branco é a capital brasileira com maior prevalência de excesso de peso: 60,6 casos para cada 100 mil habitantes. Em seguida estão Campo Grande (58/100 mil habitantes), Recife, João Pessoa e Natal (56,6/100 mil habitantes) e Fortaleza (56,5/100 mil habitantes). Já Palmas é a capital brasileira com a menor prevalência de excesso de peso (47,7/100 mil habitantes). O levantamento revela que, no Brasil, o indicador de excesso de peso aumenta com a idade…

Compartilhe

É possível manter a dieta na Páscoa?

Páscoa é tempo de se reunir ao redor da mesa e, para muitos, um feriado para saborear bacalhau e outros peixes feitos com bastante azeite, arroz e batatas de acompanhamento. É também tempo de comer doces, as tradicionais colombas – receita italiana de bolo, que é comprado ou feito na data – e dezenas de tipos de chocolates dos mais diversos formatos e sabores para presentear ou servir de sobremesa. Tudo isso é um convite a refeições para lá de fartas e até ao exagero, o que pode desanimar de vez quem fez esforço para começar aquela prometida dieta depois do Carnaval. Para alegria de quem quer manter a boa relação com a balança, a nutricionista da rede dr.consulta Mariana Amaro dá boas dicas. Para a nutricionista, existe uma corrente atualmente que tenta criar “anjos e demônios” na alimentação, e é preciso que as pessoas se conscientizem de que nem…

Compartilhe

Pixabay

OMS alerta sobre depressão

A depressão tem tratamento e o primeiro passo é conversar sobre o assunto. Essa é a proposta da Organização Mundial da Saúde (OMS) no Dia Mundial da Saúde, lembrado hoje (7). A doença, segundo a entidade, afeta pessoas de todas as idades e estilos de vida, causa angústia e interfere na capacidade de o paciente fazer até mesmo as tarefas mais simples do dia a dia. Para o diretor executivo e professor do Instituto Brasileiro de Psicanálise Clínica, Ciências Humanas e Sociais, João Nolasco, falar sobe depressão, conforme recomenda fortemente a própria OMS, deve ser o primeiro e mais importante passo não apenas para que fique claro que há tratamento para a doença – figura também como uma estratégia essencial para garantir o diagnóstico precoce, evitar o agravamento do quadro e, consequentemente, reduzir o número de casos crônicos do transtorno. “A distimia ou depressão leve é uma doença silenciosa. Hoje,…

Compartilhe

Cuidado com o óleo de coco

A Associação Brasileira de Nutrologia (Aban) publicou um posicionamento oficial alertando para o uso do óleo de coco. Segundo a entidade ainda não existem evidências científicas que comprovem os benefícios do produto no tratamento da obesidade e de doenças neurovegetativas, como o Alzheimer. A associação alerta ainda que não deve ser prescrito como nutriente antimicrobiano (para combater as infecções) nem como imumomodulador (substância que atua na defesa do organismo) também em razão da ausência de estudos clínicos demonstrando esses efeitos. Obtido a partir da polpa do coco fresco maduro (espécie Cocos nucifera L.), o óleo de coco é composto por ácidos graxos saturados (mais de 80%) e ácidos graxos insaturados (oleico e linoleico).  Em virtude de suas propriedades físicas e resistência à oxidação, o óleo de coco é muito empregado no preparo de gorduras especiais para confeitaria, sorvetes, margarinas e substitutos de manteiga de cacau. Quando o óleo de coco é…

Compartilhe

contato

Os campos acima em destaque são necessários